De uma coloração viva e intensa à sua cor natural: entrevista com a Redken Artist Jaclyn Harwood

Mudança de visual: desde um corte de pontas até uma mudança radical, não há mulher que não faça várias viagens e transformações de cabelo ao longo da vida. Não raras vezes, as mulheres regressam à cor natural em algum momento desta viagem. Antes de começar, existem algumas coisas que pode fazer para que o processo seja o mais suave possível. Para ter uma ideia do que deve saber antes de iniciar a conversa com o seu cliente, conversámos com o Redken hairstylist Jaclyn Harwood sobre a preparação para esta mudança.

O que é fundamental as suas clientes saberem ao passar de uma coloração viva e intensa para a sua cor natural?

JH: Elas devem confiar no processo e confiar no seu cabeleireiro. Algumas transições de cor de cabelo podem demorar mais do que outras, e a saúde do cabelo é sempre a principal prioridade. Faça um diagnóstico capilar e de cor, explique detalhadamente cada passo do processo e partilhe o orçamento com a sua cliente. Pode levar algumas visitas ao salão para atingir o objetivo final, mas valerá a pena e será valorizado pela consumidora se mostrar a sua expertise profissional.

É necessário um processo intenso para mudar de uma cor viva para uma cor natural?

JH: Não é necessário que seja um processo intenso. Um bom cabeleireiro deve sempre ouvir as suas clientes. Faça um plano e os passos necessários e ao ritmo necessário para garantir a saúde do cabelo. Algumas transições de cores de cabelo requerem mais etapas do que outras para alcançar o resultado final. Para ajudar a fazer as coisas da melhor forma possível e sem problemas, pode pedir às suas clientes que usem um shampoo de limpeza do couro cabeludo antes do início da mudança de visual. Estes shampoos fazem com que o cabelo fique preparado para receber e aderir melhor a cor.






É mais difícil fazer coloração no cabelo ao passar de uma cor viva para loiro vs. viva para moreno?

JH: Todos os processos químicos e mecânicos a que uma cliente tenha sido submetida anteriormente afetarão a cutícula do cabelo. Existem muitas variáveis em cada transformação de coloração de cabelo: densidade do cabelo, porosidade, o histórico e hábitos de tratamento do cabelo contam bastante. O pigmento vivo e o seu nível de concentração serão considerados no processo geral da transição. Ao passar de cor viva / pastel para loiro ou moreno, pode ser mais fácil finalizar com um resultado final mais escuro, mas cada caso é um caso.

Existem algumas cores, como verde ou azul, que deixarão vestígios de pigmento nos cabelos? Um colorista será capaz de remover completamente essas cores dos cabelos?

JH: Cada colorante direto tem propriedades diferentes e concentração de pigmento que compõe a cor. Violeta, verde, azul e vermelho são todos diferentes. Existem várias técnicas para remover os colorantes diretos dos cabelos, mas uma técnica pode ser melhor para uma cor do que para outra.

Que serviço complementar recomendaria aos coloristas, para evitar danos adicionais ao cabelo?

JH: Se a sua cor é viva ou natural, o pH-Bonder deve ser usado em todos os processos de aclaramento e coloração de cabelo ou Flash Lift Bonder Inside (que já inclui o protetor na fórmula). Um bom tratamento capilar não acaba no salão. Também pode aconselhar aos seus clientes alguns tratamentos para casa como o Extreme CAT ou o pH-Bonder Post Service Protector, que podem ajudar a preservar a saúde do cabelo.